Hora 7 Vídeo chocante: tubarões carniceiros são filmados enquanto devoram cadáver de golfinho

Vídeo chocante: tubarões carniceiros são filmados enquanto devoram cadáver de golfinho

População foi alertada para ficar longe do mar, por conta do início da temporada de acasalamento desses predadores

  • Hora 7 | Matheus Borges*, do R7

Resumindo a Notícia
  • Grupo de tubarões é filmado comendo golfinho morto.

  • Banhistas são avisados para ficarem fora do mar.

  • Temporada de acasalamento desses animais começou.

Um grupo de tubarões foi flagrado enquanto arrancava pedaços de um golfinho morto perto de uma praia pública, na cidade de San Diego, Califórnia, nos Estados Unidos.

Os banhistas foram alertados para ficar longe do mar, por conta dos predadores estarem se alimentando em águas rasas, o que torna a situação muito perigosa.

No vídeo, o mamífero aquático aparentemente já estava morto quando o ataque começou, sendo deixado, minutos depois, com diversas marcas de mordidas por todo o corpo.

Torrey Pines State Nature Reserve e State Beach compartilharou as imagens em seu Facebook para alertar as pessoas sobre o ataque de tubarão, e escreveu que nenhum humano se feriu no ataque brutal.

Tubarões devoraram o cadáver de um golfinho

Tubarões devoraram o cadáver de um golfinho

Reprodução/Facebook/Torrey Pines State Natural Reserve & State Beach

Os biólogos locais afirmaram que casos como esse podem ser mais comuns nessa época do ano devido ao início da temporada de acasalamento dos tubarões, que começa em junho.

Alguns moradores da cidade fizeram comentários acerca do ocorrido. Um deles escreveu: "É a natureza, mas ainda assim tão triste de se ver. Os tubarões são mais ativos na área, aparentemente devido à alta população de leões-marinhos".

Outro ainda acrescentou: "Só porque eles estavam se alimentando não significa que eles o mataram. Os tubarões são caçadores incríveis, mas eles também vasculham quando surge a oportunidade".

*Sob supervisão de Filipe Siqueira.

Como sobreviver a um ataque de tubarão ou evitá-lo? Especialistas ensinam

Últimas