Hora 7 Turistas fazem pose para foto e destroem estátua avaliada em mais de R$ 1 milhão

Turistas fazem pose para foto e destroem estátua avaliada em mais de R$ 1 milhão

O grupo de 17 visitantes e influenciadores alemães agora é procurado por autoridades da Itália

  • Hora 7 | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Um grupo de turistas alemães deixou mais de R$ 1 milhão de prejuízo para trás.

  • Eles destruíram uma estátua de 150 anos ao posar para uma foto engraçadinha.

  • Agora, o grupo é procurado por autoridades italianas.

  • Um vereador local os chamou de 'ignorantes'.

Um grupo de turistas destruiu uma estátua avaliada em cerca de 200 mil euros (R$ 1,07 milhão, na cotação atual), enquanto posavam para uma foto engraçadinha. Um vereador local, após assistir às imagens do incidente, chamou os visitantes de "ignorantes".

A estátua Domina foi esculpida há cerca de 150 anos pelo artista italiano Enrico Butti e atualmente estava exposta em uma fonte na região da Lombardia, no norte da Itália.

Segundo a agência Euronews, o grupo de 17 turistas e influenciadores alemães alugou uma pequena residência no local, pouco antes do ato de vandalismo.

A estátua ficou totalmente destruída

A estátua ficou totalmente destruída

Reprodução/YouTube/CTV News

Imagens de câmeras de segurança, publicadas posteriormente no TikTok, mostram que dois dos turistas se agarram à obra para fazer uma pose. Quando um deles se desequilibrou e caiu, a estátua quebrou inteira.

@la.stampa Janis Danner, influencer tedesco, distrugge una statua di Butti nella villa affittata a Varese per le vacanze: danno da 100 mila euro #arte #vandali #influencer ♬ suono originale - la.stampa

A suspeita de autoridades locais é que Jannis Danner, um modelo e influenciador com mais de 1,5 milhão de seguidores, esteja envolvido no caso.

"Os meninos não respeitaram a proibição de entrar na fonte e foram filmados por câmeras de vigilância enquanto dois deles abraçavam a estátua, deixando-a cair e destruindo-a, enquanto quatro de seus camaradas gravavam vídeos com seus celulares", disse Bruno Golferini, gerente da vila turística onde estava a estátua, em entrevista ao site TGCOM 24.

Golferini afirmou que a obra dificilmente poderá ser reparada. Já Francesca Caruso, secretária local de Cultura, disse que o grupo deve ser financeiramente responsabilizado pelos danos.

"Aqueles que danificam o patrimônio artístico e cultural devem pagar um preço alto", afirmou Caruso, em entrevista ao jornal Corriere della Sera.

Os turistas já deixaram o país e agora são investigados por autoridades italianas.

LEIA ABAIXO: Turistas vomitam após nadarem em lago tóxico famoso no Instagram

Últimas