Hora 7 Tubarão, te amo! Mecânico fisga, mas devolve predador de 3,6 m ao mar

Tubarão, te amo! Mecânico fisga, mas devolve predador de 3,6 m ao mar

Pesca acidental foi registrada em praia isolada da Flórida, nos EUA, onde capturar a espécie é proibido

  • Hora 7 | Do R7

Um mecânico da Flórida pescava em uma praia isolada do estado americano quando fisgou acidentalmente um enorme tubarão-martelo. Sem pensar duas vezes, Brandon Griffin, de 23 anos, agarrou a cabeça do predador e o devolveu ao mar, com todo o cuidado que a situação exigia.

"Ele comeu minha isca", acusou o mecânico, em declaração à agência de conteúdo PEN News. Durante a conversa, ele também disse que o predador deveria ter aproximadamente 3,6 m de comprimento.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Mecânico da Flórida fisgou e devolveu tubarão-martelo de 3,6 m ao mar

Mecânico da Flórida fisgou e devolveu tubarão-martelo de 3,6 m ao mar

Reprodução/Instagram/@junobrandon

A atitude de Brandon não foi apenas uma boa ação com a natureza. Segundo o jornal New York Post, que também reportou o caso, o mecânico sabia que precisava libertar o animal, cuja captura é ilegal em toda a costa da Flórida.

"Os tubarões-martelos são muito frágeis, e qualquer luta acima de 45 minutos é preocupante para a saúde deles", explicou Brandon, que também acredita que o animal tenha chegado perto da terra firme após ter sido perseguido por algo.

Felizmente, dessa vez, a atitude rápida do rapaz e a ajuda de amigos garantiram a sobrevivência do predador. "Sempre tenha duas pessoas na água ajudando [e] mantenha as mãos longe da boca, localizada na parte inferior", aconselhou.

Tubarão grudado em abdômen de mergulhador é removido na facada

Últimas