Hora 7 Para se vingar de dono de casa turística, casal usa água, luz e gás sem parar e dá prejuízo de R$ 7.900

Para se vingar de dono de casa turística, casal usa água, luz e gás sem parar e dá prejuízo de R$ 7.900

Hóspedes tentaram cancelar reserva no Airbnb, após descobrirem que residência ficava nos subúrbios, mas não conseguiram

Resumindo a Notícia
  • Um casal de hóspedes se vingou do anfitrião de uma casa alugada no Airbnb.

  • Após não conseguir cancelar uma reserva, eles usaram água, luz e gás sem parar.

  • Em 25 dias, deixaram um prejuízo de R$ 7.940.

  • Segundo o dono, eles usaram 120 toneladas de água em cinco dias.

Casal gastou tudo que conseguiu na residência do Airbnb

Casal gastou tudo que conseguiu na residência do Airbnb

Reprodução/Vídeo/SBS TV (via South China Morning Post)

Um casal resolveu se vingar do dono de uma casa anunciada no Airbnb e usou toda a água, eletricidade e gás que conseguiu. A raiva dos hóspedes doeu no bolso: as contas chegaram a US$ 1.570 (R$ 7.940, pelo câmbio atual).

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Os hóspedes eram um casal chinês, que viajou para Seul, e escolheu a residência por ela ser bem localizada na capital da Coreia do Sul.

Segundo o site chinês South China Morning Post, o casal pagou a estadia da pequena villa de 25 dias à vista, sem nem olhar o preço.

Mas a dupla tentou cancelar a reserva, ao perceber que a residência ficava nos subúrbios da capital, e não em bairros do centro.

Como o anfitrião não quis cancelar nada, eles partiram para a vingança e dedicaram a viagem a destruir o bolso do dono da residência.

E aí começaram a usar água, eletricidade e gás sem parar. Segundo o anfitrião, usaram "120 toneladas de água em cinco dias".

Anfitrião exibiu as contas exorbitantes na TV

Anfitrião exibiu as contas exorbitantes na TV

Reprodução/Vídeo/SBS TV (via South China Morning Post)

Durante a estadia, o casal foi para diversas regiões do país, e ficou meros cinco dias na residência alugada, algumas vezes por poucos minutos. Durante todo o período, os gastos correram soltos.

O dono da residência — que não se identificou, e não revelou a data exata do ocorrido — só percebeu que algo estava errado dias depois do casal ir embora, quando a empresa de gás ligou para confirmar o aumento colossal de gastos.

O suporte do Airbnb disse que não tinha nada a ver com o problema, e disse que a questão era para ser resolvida entre o anfitrião e os clientes.

Como o casal mora em outro país, restou ao anfitrião pagar as despesas e espalhar a história na mídia.

LEIA ABAIXO sobre o 'pior Airbnb do mundo', quando piadistas põem colchão em parque e clientes querem se hospedar nele.

Últimas