Hora 7 Prisioneiro sai da cadeia por não conseguir fazer uma dieta adequada atrás das grades

Prisioneiro sai da cadeia por não conseguir fazer uma dieta adequada atrás das grades

Dimitri Fricano cumprirá prisão domiciliar por não conseguir viver na cadeia devido ao seu peso, de mais de 200 kg

  • Hora 7 | Do R7

Um homem, condenado a 30 anos de prisão por ter assassinado a própria namorada, em 2017, foi recentemente liberto das grades, depois que juízes determinaram que ele não conseguiria fazer uma dieta adequada com os alimentos servidos na cadeia.

Dimitri Fricano cumpria pena desde o começo de 2022, após admitir ter esfaqueado sua parceira em uma discussão, enquanto o casal tirava férias na Sardenha, no mar Mediterrâneo.

No entanto, após cumprir menos de um décimo da pena, ele foi solto por ser perigosamente obeso e não conseguir perder peso dentro das instalações carcerárias.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Segundo o site Oddity Central, quando foi detido, Fricano pesava cerca de 120 kg. Mas ganhou quase 80 kg em 12 meses, atingindo a marca dos 200 kg. Os médicos consideraram a situação de saúde dele extremamente arriscada, pelo alto risco de doenças cardiovasculares.

Conforme as autoridades, ele não consegue nem sequer circular pelo edifício da prisão sem muletas ou cadeira de rodas e foi considerado incapaz de viver em um regime prisional.

Dimitri Fricano foi solto com mais de 200 kg

Dimitri Fricano foi solto com mais de 200 kg

Reprodução/Facebook

"Ele precisa de uma assistência que não pode ser prestada na instituição. Ele não pode permanecer encarcerado porque a sua obesidade e o hábito de fumar o põem em risco iminente de morrer", decidiu um grupo de juízes.

Fricano cumprirá agora o resto da pena em prisão domiciliar em uma cidade perto de Biella, na Itália. Caso sua situação melhore, ele voltará para a prisão.

'Rainha do caos': jovem viraliza após postar fotos sorridentes das 11 vezes em que foi presa

Últimas