Hora 7 Escultura gigante de cocô é deixada em praia para alertar sobre a poluição dos oceanos

Escultura gigante de cocô é deixada em praia para alertar sobre a poluição dos oceanos

Obra de arte com 4 m de altura representa a quantidade de plástico jogada nos mares a cada 30 segundos.

  • Hora 7 | Matheus Borges*, do R7

Resumindo a Notícia

  • Obra de arte de mais de quatro metros de altura foi feita com plástico reciclado.
  • Ela representa quanto desse material é jogado a cada 30 segundos nos oceanos.
  • Mais de 400 toneladas de plástico são produzidos todos os anos no mundo todo.
  • Iniciativa marcou o Dia Mundial do Meio Ambiente.
Obra é feita com plástico reutilizado

Obra é feita com plástico reutilizado

Reprodução/Twitter/@toot5000

Uma escultura de plástico em formato de cocô foi colocada na praia de Bondi, em Sidney, na Austrália. A obra de quatro metros de altura representa a quantidade de lixo que é jogada nos oceanos a cada 30 segundos.

A pilha de fezes é uma das mais de 100 iniciativas que ocorreram globalmente no Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado na segunda-feira (5). O artista responsável espera que a peça incomum e controversa sirva como um lembrete de que o plástico agora supera qualquer outro tipo de lixo encontrado nos mares.

Relatórios recentes do Programa Ambiental das Nações Unidas afirmam que a poluição plástica global poderia ser reduzida em até 80% até 2040 se os plásticos fossem reutilizados, reciclados ou substituídos por materiais alternativos.

"A forma como produzimos, usamos e descartamos os plásticos está poluindo os ecossistemas, criando riscos para a saúde humana e desestabilizando o clima", afirmou o porta-voz do programa.

No entanto, de acordo com a ONU, a produção de plástico aumentou exponencialmente nas últimas décadas, sendo geradas mais de 400 toneladas desse material todos os anos.

Cientistas estimam que o plástico pode demorar cerca de 450 anos para se decompor, sendo um dos maiores tempos de decomposição entre todos os resíduos.

*Sob supervisão de Fabíola Glenia

Onda de plástico em praia assusta ambientalistas: 'Imagem chocante'

Últimas