Hora 7 Criatura bizarra com aparência de 'espaguete' é flagrada em vídeo e assusta rede social

Criatura bizarra com aparência de 'espaguete' é flagrada em vídeo e assusta rede social

Animal, na verdade, é um amontoado de jovens milípedes, também conhecidos vulgarmente como piolhos-de-cobra

  • Hora 7 | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Vídeo de uma criatura bizarra deixou muita gente assustada no Instagram

  • Na gravação, é possível ver montes de vermes andando juntos, como um 'espaguete'

  • Método de locomoção é usado por animais da espécie para aumentar chances de sobrevivência

Não se assuste, eles essas criaturas estão apenas garantindo a própria sobrevivência

Não se assuste, eles essas criaturas estão apenas garantindo a própria sobrevivência

Reprodução/Instagram/@snagbug

Uma criatura bizarra, similar a um amontoado de espaguete, deixou muita gente assustada após um vídeo dela se movimentando ser publicado no Instagram.

O vídeo mais recente com um avistamento do tipo foi publicado no Instagram, no último dia 23. Na gravação, é possível ver que o tal "espaguete" na verdade é um amontoado de criaturas que se movimenta em sincronia.

Nos comentários, alguns expressaram medo e horror, ainda que uma explicação plausível para a existência da criatura já tenha sido elaborada pela ciência. "Mate isso com fogo", disse um dos comentários mais curtidos, enquanto outro perguntou: "Meu Deus, o que é isso?"

Apesar de sua aparência assustadora, o comportamento desses animais é bastante conhecido, de forma que o pânico não se espalhou tanto.

Os bichos são conhecidos como milípedes — também vulgarmente chamados de piolhos-de-cobra —, que quando jovens se movem em grupo, dando a impressão de formar um ser único.

A explicação científica é que assim eles aumentam as chances de sobrevivência do grupo, além de se locomover mais rapidamente. Segundo registros, quando ficam velhos ou estão caçando, é comum os piolhos também se locomoverem em grupos similares.

No Japão, desde 1920, grupos gigantescos de animais do tipo são responsáveis por paralisações no sistema de trem, por infestarem trilhos. Por isso, ganharam o nome de "milípedes paradores-de-trem".

A cada oito anos, enxames do tipo aparecem em várias regiões do país. o que se tornou um mistério entre pesquisadores. Somente em 2021, cientistas do país descobriram que o ciclo de vida desses animais é de oito anos — um valor anormalmente longo para seres da espécie.

LEIA ABAIXO: Centenas de vermes andam juntos em flagrante aterrorizante

Últimas