Hora 7 Ataque aéreo: prisioneiros evitam banho de sol para não perder comida para gaivotas

Ataque aéreo: prisioneiros evitam banho de sol para não perder comida para gaivotas

Presos estão preferindo comer dentro de suas celas para não correr o risco de passar fome, no Reino Unido

  • Hora 7 | Matheus Borges*, do R7

Resumindo a Notícia
  • Gaivotas estão roubando comida de presos, no Reino Unido.

  • Prisioneiros preferem comer dentro de suas celas, por causa dos pássaros.

  • Mas ninguém escapa das aves famintas, que são protegidas por lei no país.

Gaivotas estão roubando comida de presos e civis

Gaivotas estão roubando comida de presos e civis

Pixabay

Os prisioneiros do centro de detenção de Morton Hall, no Reino Unido, estão sentindo na pele como é ter algo roubado por alguém. No entanto, esse alguém não é uma pessoa, mas sim gaivotas.

Os pássaros atacam os detentos e pegam a comida que está nas mesas do pátio de alimentação, sem nem mesmo pedirem um pedaço. Para evitar isso, muitos estão optando por comer nas celas, mesmo que isso signifique sacrificar o tempo ao ar livre.

Um relatório do conselho de monitoramento independente da prisão disse que os animais são um incômodo para todos do local, e ainda podem representar sério risco de saúde, já que transmitem diversas doenças.

O tabloide britânico Daily Star divulgou um estudo em que mostra os ataques de pássaros às pessoas, para conseguirem restos de alimentos, em áreas urbanas, por todo o Reino Unido.

A pesquisa revelou que em 20% dos casos os ladrões conseguiram fugir com a comida, em seus bicos, e que 28% dos atacados tiveram que lutar para não perder seu lanche.

Em vista disso, o zoológico de Blackpool contratou espantadores de gaivotas, vaga que teve mais de 200 candidatos. Eles usariam uma fantasia de pássaro para afugentar os larápidos e evitar que roubem os visitantes e os outros animais.

*Sob supervisão de Odair Braz Jr.

Gaivotas se tornam especialistas em roubar lanches de restaurante

Últimas